A Mulher de Preto 2: O Anjo da Morte – Resenha

Ano: 2014
Título Original: THE WOMAN IN BLACK: ANGEL OF DEATH
Dirigido por: Tom Harper
Avaliação: ★★★☆☆ (Bom)

Em A Mulher de Preto 2: Anjo da Morte, um grupo de crianças órfãs, cuidadas por duas mulheres (Eve e Jean) são transportadas para longe da guerra, para uma mansão afastada de tudo (a mesma residência assombrada no primeiro filme). A chegada destas crianças à casa acaba trazendo de volta todo o terror que parecia estar adormecido, e este grupo de sobreviventes terá que buscar dentro de si, e com a ajuda de Harry, continuarem vivos diante de tamanha assombração que assola o local.

Em termos de terror, esta continuação está um pouco melhor que seu predecessor, já que o foco do filme anterior era o mistério (e não somente o medo em si). Há poucas boas cenas de suspense, muito embora elas sejam bastante superficiais, já que são utilizados inúmeros clichês. O clima assombrado impera o filme inteiro, principalmente dentro da mansão.

Se aproveitando de uma criança “estranha” (novamente, um clichê), o filme tenta colocar inovação onde não há, e não chega a assustar, mas tão somente a causar poucos sustos e interesse por parte do telespectador. As mortes das crianças nem chegam a comover, mas dão um tom sombrio ao longa.

Falta inovação e morte em um filme que poderia ter sido muito melhor trabalhado.

Análise Crítica
Data
Título Original
A Mulher de Preto 2
Nota do Autor
31star1star1stargraygray