De Repente 30 | Resenha

de-repente-30.jpg

Ano: 2004
Título Original: 13 GOING 30
Dirigido por: Gary Winick
Avaliação: ★★★☆☆ (Bom)

De Repente 30

Na trama, Jenna Rink é uma garota de 13 anos que está passando pelas transformações que qualquer garota dessa idade passa, principalmente no que tange à sua beleza e aceitação das colegas. Quando da comemoração de seu aniversário, seu melhor amigo, Matt Flamhaff, a presenteia com uma casa de boneca (que possui poderes mágicos de realização de desejos). Quando ela chama alguns colegas para a festa de seu aniversário e eles acabam pregando uma peça nela, deixando-a presa no armário enquanto eles roubam a comida, bebida para se divertirem em outro lugar, Jenna simplesmente se tranca no armário, desejando ter 30 anos, o que ela acredita ser a “idade do sucesso”. Quando Jenna acorda, ela percebe que seu desejo se tornou realidade, mas ela perceberá que ser adulta não é tão simples assim, ainda mais quando descobrir que tipo de ser humano ela se tornou.

De Repente 30

O filme é divertido, simples e envolvedor. De Repente 30, resgata um pouco da nossa infância, nos fazendo refletir sobre que tipo de adultos nos tornamos e o que esperávamos de nós mesmos quando éramos crianças. Todas as confusões mostradas no filme, relacionadas à adequação da vida adulta por Jenna, trazem uma leveza e uma simples comédia para a trama, adicionadas perfeitamente pela relação que ela possui com Matt, já adulto. Duas cenas se destacam durante a trama: a dança Thriller em uma festa de adultos; e Jenna e suas colegas mirins se divertindo assistindo clipes. Estas cenas demonstram claramente qual o teor do filme: ou seja, diversão e pureza.

De Repente 30

Assista esse filme, reflita que tipo de adulto você se tornou e não se esqueça: “o amor é um campo de batalha!”. Confira mais resenhas de filmes aqui no Meta Galáxia.

assinatura_rodolfo