Halloween (2018) – Resenha

Halloween (2018) atende as expectativas e traz de volta o ícone slasher, Michael Myers. 

Halloween 2018 Poster - Resenha.jpg

Título Original: Halloween
Ano: 2018
Direção: David Gordon Green
Avaliação: ★★★☆☆ (Bom)

Halloween é uma das franquias de maior sucesso quando falamos de filmes de terror, principalmente na categoria “slasher”. Nela temos ícones como Jason (Sexta-Feira 13) e outros mais. Mas sem dúvida, Michael Myers o vilão da série Halloween é um dos seres mais enigmáticos, assustadores, perturbados e cruéis que já apareceram nas telonas. A franquia Halloween nasceu em 1978 pelas mãos do diretor John Carpenter, um dos ícones do gênero de terror. O filme nos apresentava o pscicopata Michael Myers  pela primeira vez e também Laurie Strode (Jamie Lee Curtis) uma sobrevivente da onda causada por Myers. E a partir daí, a franquia ganhou inúmeros filmes. Alguns bons, outros bem bos…. nem tão legais assim.

Halloween 2018 Resenha

Agora em 2018, a franquia chega com um novo filme que é continuação direta do longa de 1978. Ou seja, na cronologia os outros filmes foram desconsiderados e temos a trama se passando 40 anos depois. A cidade e as pessoas ainda se lembram das atrocidades de Myers. Ele hoje já com certa idade é mantido preso em uma instituição psiquiátrica. Jamie Lee Curtis reprisa seu papel de Laurie Strode, e mostra as sequelas de uma pessoa que passou por todo o horror causado pelo psicopata. Ela é reclusa da sociedade, vive isolada e cercada de equipamentos de segurança. Ela continuou vivendo, mas de certa forma nunca superou totalmente os fatos ocorridos no Halloween de 1978.

Halloween 2018 Resenha 04

Logo, surgem alguns jornalistas investigativos que querem se aprofundar na história de 40 anos atrás, e assim começam a cavucar onde não devem. E após alguns fatos, acaba acontecendo um acidente com o ônibus que transportava os prisioneiros, e Michael Myers acaba escapando. E pasmem: bem na época do Halloween. E aos poucos o psicopata vai reencontrando seu caminho de matança e começa um caos pela cidade.

Halloween 2018 Resenha 02

O filme acerta em cheio para os fãs da franquia, pois ele traz todos os elementos que fizeram dela um sucesso. Temos um Michael Myers frio e implacável, vitimas com escolhas um tanto questionáveis para fugir, bastante sangue e violência, e claro aquela musiquinha clássica e icônica. Mas sem dúvida sua maior qualidade está em Michael Myers. O vilão de Halloween tem muita presença de tela, fazendo com que toda vez que ele apareça cause medo, mesmo sem ele dizer uma única palavra ou mostrar alguma expressão. Ele é a personificação do mal, uma força que sabe apenas matar e matar. E essa sensação é mostrada ao público com muito êxito. Existem algumas tomadas de câmera e enquadramentos durante o filme que ajudam muito a dar ênfase ao personagem.  Aliás, toda a parte técnica do filme é muito boa e visualmente falando, agrada muito.

Halloween 2018 Resenha 03

Por outro lado o que acaba sendo um lado positivo do filme ao trazer tudo o que os fãs gostam, pode ser encarado também como ressalva. A fórmula desses filmes é bem proposta aqui como já dissemos, o arroz com feijão de qualidade que sem dúvida satisfaz o espectador. Mas, ao fazer isso o filme acaba ficando em uma zona de conforto e não se arrisca a mostrar algo a mais do que o esperado. E visível que o filme preferiu jogar seguro e não mexer em time que está ganhando, mas poderia ter ousado um pouco mais. O que sobrou de coragem em Laurie Strode faltou um pouco aos fator inovação. Pois era a chance de agradar os antigos fãs, mas dar um novo fôlego para a franquia ao mostrar ela para os fãs mais jovens.

Halloween 2018 Resenha 01

Halloween (2018) é um filme muito bom e que faz aquilo que lhe é esperado. Os fãs da série não devem reclamar, pois todos os itens que são marcas da franquia estão lá e são bem utilizados, até mesmos os absurdos. Porém o filme acaba jogando seguro demais e não se arrisca, assim entregando mais do mesmo. Mas ainda assim, rever Michael Myers e sentir a espinha gelar (como na cena do banheiro) quando ele aparece com sua faca , estático e insano, já vale a experiência.

Para outras matérias sobre filmes, fique ligado aqui no Meta Galáxia.

assinatura_andre

Análise Crítica
Data
Título Original
Halloween (2018)
Nota do Autor
31star1star1stargraygray

Deixe um comentário