Não Se Aceitam Devoluções – Resenha

Ano: 2018
Título Original: NÃO SE ACEITAM DEVOLUÇÕES
Dirigido por: André Moraes
Avaliação: ★★★☆☆ (Bom)

Em Não Se Aceitam Devoluções, Juca Valente é um cara que vive a vida sem rédeas, ficando a cada dia com uma mulher diferente, mesmo que para isso tenha que inventar algumas situações e mentiras. Porém, tudo isso muda no momento em que uma de suas amantes (que ele sequer se lembra) aparece em sua porta e deixa um bebê que aparentemente é filha dele. Agora, o homem terá de aprender a ser pai, da maneira mais difícil, mas claro, muito engraçada.

Este é um filme com muitas nuances, e que garante algumas surpresas no decorrer do roteiro. A comédia é um pouco fraca, com bons momentos em algumas cenas (não é possível se “rachar” de rir, mas em alguns casos o longa se torna divertido). Tirando Leandro Hassum, que mais uma vez se torna o centro das atenções, poucos personagens são engraçados ou contribuem para as risadas.

O ponto forte do filme é a relação de Juca com sua filha, que com o passar dos anos, vai apenas se fortalecendo (se você tiver filhos, poderá se identificar em muitas cenas). O longa começa a ficar interessante conforme a comédia vai dando espaço para um drama, com algumas cenas fortes, cujo ápice é o final.

Não Se Aceitam Devoluções é um filme para se ver com a família, principalmente com seu pai.

Análise Crítica
Data
Título Original
Não Se Aceitam Devoluções
Nota do Autor
31star1star1stargraygray