O Animal Cordial – Resenha

O Animal Cordial é um belo trabalho do cinema nacional, que mostra de maneira visceral um lado da natureza humana.

O Animal Cordial - Filme - Resenha - Poster 01

Ano: 2017
Título Original: O Animal Cordial
Dirigido por: Gabriela Amaral Almeida
Avaliação: ★★★★☆ (Ótimo)

Infelizmente muitas pessoas ainda torcem o nariz quanto ao cinema nacional. Quando batem o olho e percebem que é uma produção nacional já vira sinônimo de desconfiança. O Animal Cordial pode ser um filme a ser apresentado para algumas pessoas tem esse tabu. Uma grata surpresa do nosso cinema e um grande respiro no gênero de terror / thriller.

O Animal Cordial - Filme - Resenha - 03.jpg

A trama do filme tem início quando conhecemos Inácio (Murilo Benício) dono de um restaurante de classe média em São Paulo. Junto de Inácio temos o mais alguns funcionários que trabalham com ele, como a garçonete Sara (Luciana Paes) e o cozinheiro Djair (Irandhir Santos). Em uma determinada noite, com três clientes no restaurante bem próximo do horário de fechar, o estabelecimento é assaltado por dois bandidos. A fim de resolver a situação e proteger tanto o restaurante, clientes  e funcionários, Inácio decide agir. E aí meus amigos, a coisa desanda e uma noite sangrenta e terrível começa.

O Animal Cordial - Filme - Resenha - 01

Partindo dessa premissa temos em O Animal Cordial um grande trabalho de ambientação. Com toque de um conto de terror, o que vemos nos desdobramentos é algo impressionante. De maneira rústica e crua, aos poucos vamos vendo as verdadeiras nuances de Inácio, de patrão aparentemente monótono para um verdadeiro maníaco. E não só ele, mas os outros personagens vão sendo expostos a situações de verdadeira pressão e medo, assim deixando aflorar os seus verdadeiros instintos.

Assim revelando o seu lado animal. Totalmente guiados por seus instintos, mas mostrando um lado que por muitas vezes não fica visível no cotidiano. E as atuações do elenco são ótimas e viscerais, o que dão ainda mais peso as cenas.

O Animal Cordial - Filme - Resenha - 02

A diretora Gabriela Amaral Almeida fez um ótimo trabalho de direção e roteiro em O Animal Cordial. As tomadas de câmera bem próximas ao rosto dos personagens de uma maneira que nos deixa sentir todos os seus instintos e agonias. A trilha sonora é muito boa, dita o tom do filme e dá ainda mais impacto as cenas já fortes por si só. O filme é bem violento e não poupa sangue, porém em algumas cenas que seriam mais “gore” o longa tira um pouco o pé do acelerador.

Porém o que ele freou nessa parte , o longa mostra com de maneira crua uma cena de sexo que certamente vai ser lembrada daqui um tempo, tamanha a “animalidade”. A cena poderia ser encontrada em algum documentário do Discovery Channel  sobre a reprodução de alguma espécie. Não é um filme para todos (devido ao seu conteúdo mais pesado), mas ele acerta em cheio na sua proposta que é debater a natureza humana.

O Animal Cordial - Filme - Resenha - 04O Animal Cordial - Filme - Resenha - 05

O Animal Cordial é uma obra que merece ser vista e valorizada. Com um filme todo se passando em um único cenário e com poucos personagens, temos um ótimo desenvolvimento dos protagonistas que sem pudor e amarras, acabam por revelar suas verdadeiras faces. Os conflitos, as palavras entaladas na garganta saem a gritos guturais, como verdadeiros animais. Até porque o ser humano é um animal. Racional ou não, já é uma outra questão.

assinatura_andre

Análise Crítica
Data
Título Original
O Animal Cordial
Nota do Autor
41star1star1star1stargray

Deixe um comentário