Paterson | Resenha

paterson_resenha.jpg

Ano: 2016
Título Original: Paterson
Dirigido por: Jim Jarmuch
Avaliação: ★★★★★ (Excelente)

Paterson (Adam Driver) é um pacato motorista de ônibus que nos intervalos do seu dia, acaba dedicando um tempo a escrever poesias em seu caderno. Ele mora na cidade de Paterson (ele e a cidade dividem o mesmo nome), em Nova Jersey. Ele é casado com Laura (Golshifteh Farahani), ela é oposto dele, pois é toda pro ativa, cheia de energia e entusiasmo em buscar seus sonhos. Partindo disto, acompanhamos a rotina de Paterson e os dilemas que a vida rotineira nos impõe.

paterson_filme.jpg

O filme acaba por nos mostrar a rotina de Paterson, entre seu trabalho, poesia e a vida matrimonial. Todos os dias em um primeiro momento parecem ser iguais, mas na mesmice, é onde encontramos os pequenos momentos que são tão valiosos. Adam Driver está excelente no papel, nos brinda com uma atuação sincera e humana, que realmente nos cativa e convence. Durante sua jornada comum, vamos notando as pequenas sutilezas do dia a dia que passam desapercebidas por nossos olhos, mas que são tão importantes e que dão sentido a nossa vida.

paterson_1.jpg

O diretor Jim Jarmusch nos entrega um grande filme, que tem diversos momentos de dualidade, captando assim a essência do ser humano, que por muitas vezes tem algum tipo de escapismo na arte enquanto tem seu papel/trabalho comum na sociedade, e muitas pessoas nem se dão conta que existe um poeta dentro do motorista de ônibus. O trabalho que sustenta às obrigações mundanas, e a poesia que alimenta o ser, que nutre a alma por exemplo. Então nos perguntamos, quantos poetas, músicos, romancistas não estão do nosso lado e nem sabemos. E isso se aplica a nós mesmos.

paterson_2.jpgPaterson é um filme que vale ser visto, com um olhar atento para não perder os detalhes. Difícil não se afeiçoar e imaginar algo assim em nossas vidas. A rotina se vista e apreciada do ponto de vista certo, pode se tornar incrível, isso se ela já não é.

assinatura_andre