Top Gun, Ases Indomáveis – Resenha

top-gun-resenha

Ano: 1986
Título Original: TOP GUN
Dirigido por: Tony Scott
Avaliação: ★★★★☆ (Ótimo)

Na trama de Top Gun, Pete “Maverick” Mitchell é um fuzileiro naval que, junto com seu parceiro Goose são enviados para a escola Top Gun, onde somente os melhores pilotos estudam para se tornarem ainda melhores. Maverick possui um comportamento diferente dos demais estudantes, sendo um piloto agressivo, que foge das regras e na normalidade em todas as suas manobras e táticas. Durante esse tempo de estudo, Maverick terá de aprender o que significa ser um Top Gun, assim como dar um sentido para sua vida.

top-gun-resenha 3

Um verdadeiro clássico dos anos 80. Que filme bem redigido, encenado e filmado. Sua trama é simples, mas mesmo assim consegue prender, assim como todas as cenas de ação (se prestar atenção, elas são simples, mas otimamente executadas pelos atores, dando toda a impressão de ação que ocorre nos céus com esses caças).

top-gun-resenha 2

Um ponto forte do filme é a maneira como o personagem de Tom Cruise vai mudando no decorrer do filme. Do jovem que se achava dono do mundo, até o soldado que sabe reconhecer a vitória de seu rival (Iceman) e ajudar os parceiros, do garoto que só queria conquistar a professora, até o homem que se declara com a música que tentou fazer a “primeira cantada”.

top-gun-resenha 1

Outro ponto forte do filme é a abordagem da vida dos fuzileiros navais, assim como todo esse “mundo” de caças de guerra e de proteção, algo que não se vê muito sendo abordado nos filmes e na arte como um todo. A trilha sonora então… é sensacional. Cheia de clássicos do passado, a trilha foi perfeitamente escolhida e utilizada para todas as cenas do longa.

Repleto de cenas clássicas, Top Gun é top!

assinatura_rodolfo

 

Análise Crítica
Data
Título Original
Top Gun
Nota do Autor
41star1star1star1stargray