Raio Negro (Netflix) – Resenha do 1º episódio

Raio Negro (Netflix) – Resenha do primeiro episódio

raio-negro-resenha-primeiro-episodio-01

Avaliação: ★★★★☆ (Ótimo)

Raio Negro (Black Lightning, no original) chegou ao catálogo da Netflix (distribuidora oficial no Brasil) sem nenhum alarde, enquanto outras obras como La Casa de Papel e The End Of The F***ing World dominaram os holofotes da gigante do streaming no mês de janeiro.

No entanto, a série baseada no pouco conhecido herói da DC Comics merece alguma atenção. Criado por Tony Isabella e Trevor Von Eden, Raio Negro conta a história do vigilante urbano que dá nome à série, alter-ego do diretor colegial Jefferson Pierce (Cress Williams), e deixa uma boa impressão em seu primeiro episódio.

raio-negro-resenha-primeiro-episodio-02

Fugindo dos clichês de origem, somos apresentados a um Pierce mais velho, já como um sujeito aposentado da função de vigilante como Raio Negro há cerca de dez anos. O ex-herói leva uma vida aparentemente pacata como diretor da principal escola de Freeland e como referência da comunidade local, mas o crescimento da violência na cidade e o envolvimento de sua família com a gangue responsável por isso faz com que Pierce repense a ideia de aposentadoria.

A identidade de Pierce como Raio Negro é desconhecida da grande população e mesmo de seus inimigos, exceto por sua família – e foi justamente a vida dupla do herói que culminou em seu divórcio, uma vez que passou a colocar sua vida e a da esposa e filhos em constante risco.

raio-negro-resenha-primeiro-episodio-04

Raio Negro possui um tom muito parecido com as outras séries de heróis da CW, como Arrow e Flash, mas possui uma pegada mais “crua”, com cenas de ação mais elaboradas e efeitos especiais bem produzidos, caracterizando bem os poderes do vigilante. Fica claro, também, que o personagem possui uma personalidade forte e mesmo violenta, mas também vulnerável – o que o torna mais palpável, humano.

Acima destas primeiras impressões, o que chama mais atenção, já neste primeiro episódio, é a abordagem sobre racismo, escancarada logo em uma das primeiras cenas. A temática, aparentemente, será uma das peças-chave do roteiro e deve render bons frutos, aprofundando o drama da série além da questão de combate a vilões e crime organizado.

raio-negro-resenha-primeiro-episodio-03

Com potencial para explorar o universo de um herói pouco famigerado aliado a questões sociais importantes, Raio Negro pode se tornar uma agradável surpresa entre as produções distribuídas pela Netflix nesta temporada.

Confira outras resenhas de séries aqui. Siga o Meta Galáxia nas redes sociais!

ASSINATURA