Surfista Prateado – Parábola – Resenha

Surfista Prateado – Parábola é um conto melancólico mas otimista sobre a natureza humana.

Surfista Prateado - Parábola - Resenha.jpg

Ano Original: 1988, 1989
Título Original: Silver Surfer Parable
Roteiro: Stan Lee
Desenho: Moebius
Selo: Marvel – (Editora – Panini)
Avaliação: ★★★★☆ (Ótimo)

Parábola é geralmente uma história curta e, às vezes se utiliza de comparação baseada em fatos reais com o fim de ensinar lições de sabedoria, de moral ou de religião. É uma espécie de alegoria apresentada sob forma de uma narração, relatando fatos naturais ou acontecimentos possíveis, sempre com o objetivo de declarar ou ilustrar uma ou várias verdades.”

Surfista Prateado - Parábola - Resenha 04

Nas últimas semanas fomos pegos de surpresa com a morte do mestre Stan Lee, que era (ou melhor na verdade ainda é) o maior ícone da editora Marvel. E um dos personagens mais queridos de Stan Lee era o Surfista Prateado. Criado por Lee e Jack Kirby, o personagem surgiu como mero coadjuvante nas revistas do Quarto Fantástico, quando os mesmo enfrentavam o poderoso Galactus. Mas com o passar do tempo, o viajante estelar foi ganhando mais espaço até ganhar seu próprio título. Com abordagens de exploração espacial e filosofia, o personagem ganhou muita importância dentro da Casa das ideias. Eis que certo dia em um evento, Stan Lee se encontra com Moebius, um dos mais renomados quadrinistas europeus. Os dois titãs da nona arte então, se unem para fazerem esse belo trabalho que é Surfista Prateado – Parábola.

A trama tem início com um Surfista Prateado recluso e afastado da humanidade. Ele está isolado e não quer mais se meter nos assuntos dos homens, quer deixar a humanidade seguir seu curso. Porém, certo dia um objeto estranho é avistado se aproximando da Terra. Todos se perguntam o que seria aquilo. Eis que da imensa nave surge um velho conhecido do Surfista Prateado, o seu antigo “mentor” Galactus, o Devorador de Mundos.

Surfista Prateado - Parábola - Resenha 06

O Surfista se questiona do porque dele aparecer na Terra, já que ambos firmaram um acordo que dizia que Galactus não incomodaria mais este planeta e o Surfista também o deixaria em paz. Galactus então surge diante dos humanos e diz que não fará mal algum a eles, muito pelo contrário. Ele se auto intitula como um novo deus e que levará a humanidade a salvação. E diz que para isso, eles podem se livrar das suas amarras, pois eles têm a permissão de Galactus para fazerem o quiserem. Ou seja, Galactus deu sua “benção”.

A partir daí, podemos ver um verdadeiro desdobramento caótico dos seres humanos. O roteiro beirando a poesia e cheio de filosofia de Stan Lee é certeiro. Pois os questionamentos do Surfista para Galactus são muito verdadeiros e cheios de ideais. É um prazer ver os diálogos deles sobre tal assunto. Galactus mais uma vez diz que não fez nada, que é inocente que apenas disse algumas palavras e que, quem os culpados são os próprios humanos, que passam a se auto-destruir.

Surfista Prateado - Parábola - Resenha 02

Diversos assuntos são discutidos com muita propriedade em Surfista Prateado – Parábola. Questões morais e éticas são postas a prova a todo instante. Religião e política também permeiam a obra com força. Questiona-se muito do ser humano as vezes ter a necessidade cega de seguir alguém que se auto proclama uma espécie de messias ou deus.

No meio do caos, surgem, fanáticos intolerantes. Quem ousava questionar o porque disso ou daquilo já era visto com maus olhos e logo era considerado um pecador ou herege. E olhando o nosso mundo, tanto no âmbito religioso ou político, não é nada difícil fazer um paralelo com a nossa realidade. Infelizmente. Aqui podemos vislumbrar o que uma pessoa com influência pode fazer com toda uma população sem mexer um dedo. Apenas com seu discurso que incita ódio e perseguição aos que pensam diferente. Assim, transformando o mundo em uma lugar de selvageria e barbárie. As palavras tem mesmo muito poder.

Surfista Prateado - Parábola - Resenha 05.jpgA arte espetacular de Moebius casa muito bem com o roteiro de Stan Lee, o que resulta em um quadrinho maravilhoso tanto pelo visual quanto pelas palavras. Surfista Prateado – Parábola é uma obra que deve ser valorizada e que nunca deve cair no esquecimento. Apesar de ter sido escrita a 30 anos atrás, ela continua muito atual. É uma história densa e com momentos de reflexão e tristeza, dadas as atitudes dos seres humanos. Mas também com uma ponta esperança, de que alguns ainda nutrem o amor ao próximo e tentam espalhar isso. Ainda resta esperança para a humanidade, não se desapegue dos seus ideais.

Surfista Prateado – Parábola foi relançado recentemente pela Editora Panini Comics.

Para mais postagens de quadrinhos, fique ligado aqui no Meta Galáxia! Até a próxima e forte abraço.

assinatura_andre

Análise Crítica
Data
Título Original
Surfista Prateado – Parábola
Nota do Autor
41star1star1star1stargray

Deixe um comentário