Graphic MSP Turma da Mônica: Laços – Resenha

Resenha da HQ Turma da Mônica: Laços

turma-da-monica-laços-resenha

Ano: 2013
Título Original: Graphic MSP Turma da Mônica – Laços
Roteiro/Arte: Vitor Cafaggi e Lu Cafaggi 
Avaliação: ★★★★★ (Excelente)

Turma da Mônica: Laços é, possivelmente, uma das coisas mais belas já produzidas no que diz respeito a quadrinhos nacionais. E nada mais justo do que essa linda obra para abrir nossa série de posts sobre as Graphics MSP, projeto da Mauricio de Sousa Produções em parceria com diversos quadrinistas brasileiros talentosíssimos e com ótimos títulos lançados em terras tupiniquins.

Laços é o segundo título da série de graphic novels ambientada com os personagens de Mauricio de Sousa, sendo assinada primorosamente pelos irmãos Vitor e Lu Cafaggi, que receberam a missão de dar vida a uma novíssima estória dos personagens principais de Mauricio: a Turma da Mônica. Imagine a honra de produzir um álbum para os personagens de quadrinhos mais conhecidos e amados do país, que marcaram a infância de gerações de brasileiros?

turma-da-monica-laços-resenha-03

O que vemos aqui é não somente uma estória original, mas algo feito com o coração, notoriamente pelas mãos de alguém que é fã destes personagens e seus inumeráveis quadrinhos que inspiraram muitos a ingressar no mundo das HQs, como parece ser o caso dos irmãos Cafaggi. Laços traz a essência das estórias de Mauricio de Sousa e seus personagens, mas com uma roupagem muito própria da nova geração de quadrinistas que nosso país está alavancando.

Em Laços, a Turma se une para procurar Floquinho, o icônico cachorro peludo de Cebolinha, que desapareceu após sua mãe deixá-lo escapar acidentalmente. Ao maior estilo aventura anos 80, com claras referência a Os Goonies e obras de Stephen King, Cebolinha, Mônica, Magali e Cascão partem em uma jornada onde perceberão ainda mais o valor da amizade que possuem.

turma-da-monica-laços-resenha-04

A estória por si é bastante simples e direta, sendo o álbum até consideravelmente curto, mas objetivo e eficiente em sua narrativa. Há outras pequenas referências mais subjetivas a obras da cultura pop, filmes oitentistas e ícones da TV brasileira – e até mesmo Chaves. Uma sacada genial dos autores para dar um ar ainda mais próprio e rico à HQ.

Além disto, os irmãos Cafaggi usaram-se de um recurso incrível para a narrativa visual da estória: enquanto os traços de Vitor dão vida à trama corrente, Lu fica responsável pelos flashbacks que intercalam momentos-chave do quadrinho. Os traços únicos dos irmãos casam perfeitamente com essa ideia, tornando o álbum um deleite quanto ao caráter gráfico – uma obra-prima!

turma-da-monica-laços-resenha-02

Laços é recomendado não somente aos fãs da Turma da Mônica, mas a todo amante de quadrinhos. É uma ótima porta de entrada às HQs nacionais e um furor de nostalgia nesta viagem à nossa infância com alguns dos personagens mais queridos de todos os tempos na cultura pop.

Confira outras resenhas de quadrinhos aqui. Siga o Meta Galáxia nas redes sociais!

ASSINATURA