Mercado Livre contra Nintendo Switch

Atualizado 15:00 05/07/2017

O Mercado Livre se manifestou sobre a restrição na venda do Nintendo Switch. De acordo com marketplace, a venda de produtos que ainda não foram homologados e licenciados para venda no país não podem ser comercializados regularmente. O que é uma grande besteira, pois 1 milhão de produtos no Mercado Livre são vendidos sem nunca terem cogitada qualquer homologação.

A nota oficial do ML ainda sugeri uma possível intervenção da própria Nintendo, o que me parece esquisito. Segue abaixo a nota na íntegra:

“O Mercado Livre, companhia de tecnologia líder em e-commerce na América Latina, esclarece que a venda do Nintendo Switch por terceiros é proibida pela legislação brasileira, uma vez que o produto ainda não foi lançado no mercado nacional pela Nintendo ou distribuidor autorizado e também não possui os registros pelas agências reguladoras competentes. Desse modo, e conforme previsto em nossos termos e condições, o produto ainda não pode ser comercializado no site.”

 

Matéria completa:
https://canaltech.com.br/noticia/games/mercado-livre-confirma-que-vendas-do-nintendo-switch-estao-proibidas-no-brasil-96662/
O conteúdo do Canaltech é protegido sob a licença Creative Commons (CC BY-NC-ND). Você pode reproduzi-lo, desde que insira créditos COM O LINK para o conteúdo original e não faça uso comercial de nossa produção.

É meus amigos, a vida do Nintendo Switch não está fácil aqui no Brasil! Além de não ter um representante oficial e do preço super alto, caiu na boca do povo que o Mercado Livre está restringindo a venda do console por meio de sua plataforma.

A notícia foi divulgada pela loja Alcatra Games. Eles informam que o Mercado Livre soltou um comunicado para todos os vendedores que, quem tentar veicular anuncios do produto Nintendo Switch, poderá ter sua conta suspensa devido a restrição.

Não sabemos dizer o motivo disso, mas parece que os periféricos serão liberados. Muito estranho, já que ambos produtos deveriam ser restringidos em caso de a Nintendo ter alguma parte nisso.

Mercado Livre, por favor, se posicione oficialmente sobre o assunto. É obrigação de vocês informar ao consumidor o motivo dessa restrição.

Fizemos uma busca no ML e poucos consoles foram encontrados. Um desrespeito ao consumidor. Para mim é indiferente, pois compro meus vídeo games na Sta. Efigênia, em São Paulo, mas pensando nos fãs da Nintendo Brasil a fora, temos que cobrar quem detém os meios para adquirir esses produtos.

Outro abuso é o preço que os vendedores estão praticando. O produto custa US$250,00 nos EUA, mesmo preço do PS4 Slim 500gb. Aqui o PS4 é vendido entre R$1300,00 e R$1500,00. Já o Switch, é vendido entre R$2000,00 e R$2500,00….cadê a lógica?

Havendo notícias, a gente posta aqui no Meta Galáxia.

assinaturamatheus