O Ano da Nintendo

O Ano da Nintendo

Parece que o ano da Nintendo vai ser 2017!

Com os bons resultados apresentados no ano fiscal 2016/2017 – foi um lucro líquido de Ұ102,574 milhões (aumento de 521,5%) – a gigante nipônica tem outro ano primoroso, que muitos já chamam de O Ano da Nintendo.

Fatores que contribuem para o ótimo ano:

  • Grande aceitação de seu novo console híbrido, Nintendo Switch, que liderou as vendas no mercado Norte Americano nos últimos meses;
  • Sucesso (ainda que menor com relação ao ano passado) de Pokémon GO, que continua sendo o jogo Mobile mais jogado do mundo;
  • Lançamentos como o 2DS XL, que tem feito grande sucesso;
  • Grandes jogos de Switch como Zelda – Breath of the Wild, Mario Kart 8 Deluxe e Spaltoon 2;
  • Futuros lançamentos ainda em 2017 para Switch como Skyrim, Xenoblade Chronicles 2 e o tão aguardado Mario Odyssey.
  • Há também os lançamentos para 3DS como Metroid: Samus Returns e os próximos Pokémon Ultra. (Isso sem contar que a Nintendo ainda vende razoavelmente bem os Pokémons Moon e Sun)
  • Fatores nostálgicos tem sido uma arma poderosa da Big-N. A exemplo disso, o lançamento inesperado do NES Classic que esgotou e virou relíquia em menos de um mês. E agora o Super NES Classic que já está sendo disputado a tapas pelos fãs e com uma produção até 10x maior que a de seu antecessor.

vendas-nintendo-o-ano-da-nintendo.jpg

Falando um pouco de vendas e números. O Nintendo Switch vendeu 7.6 milhões de unidades pelo mundo até o final de agosto. O presidente da Nintendo of America, Reggie Fils-Aime, declarou ontem (21/09) que as vendas estão superando a projeção mais otimista deles. Reflexo disso é que não havia estoque em muitas lojas americanas no início de setembro.

Projeção da própria Nintendo para o ano fiscal 2017/2018? Lucro líquido de apenas 750 milhões de Ienes.

Em junho deste ano (2017), seu valor de mercado ultrapassou o da divisão de eletrônicos da Sony Corporation, atingindo quase em 50 bilhões de dólares.

O Ano da Nintendo

A gigante prepara O GIGANTE! Agora, a BIG-N está preparando o terreno para a chegada de sua maior franquia ao Switch, Mario Odyssey. A expectativa é de que as vendas do console aumente vertiginosamente e que o game do bigodudo (que não é mais encanador) supere as vendas de The Legend of Zelda: Breath of the Wild

O Ano da Nintendo

Fator publishers. Muitas das chamadas third-partys estão desenvolvendo jogos para o Switch, algo que não aconteceu com frequência nos consoles anteriores dificultando (e muito) a vida da Nintendo. Podemos pensar num futuro com muitos jogos de qualidade que não sejam franquias exclusivas, como títulos da Bethesda e Ubisoft. Isso trás capital e crescimento de mercado para a empresa, e o mais importante para nós, quantidade com qualidade.

super_nes_snes-classic-edition

Nostálgia. A procura vai ser grande para o Super Nintendo Classic, console retrô de um dos maiores sucessos dos games de todos os tempos. A Nintendo já disse “Aumentamos muito a produção, não paguem mais do que os 80 dólares oficiais”. Ah, eles aproveitaram para anunciar que vão retomar a produção do Nintendinho (Nes Classic).

Detalhe: O Snes Classic será lançado oficialmente no Brasil.

ultra-sun-ultra-moon-ano-da-nintendo

Pokémon. Esse caso nem precisamos falar muito. Pokémon GO caiu muito de rendimento (principalmente no Brasil) mas ainda assim é o jogo mobile mais jogado do mundo, trazendo um grande lucro para a Niantic e para The Pokémon Company, subsidiaria da Nintendo.

Soma-se o novo lançamento de 3DS Pokémon Ultra Moon e Ultra Sun.

Só para ilustrar, os games de 3DS devem vender 5 milhões de unidades no mundo todo ainda esse ano e Pokémon GO já gerou uma receita de quase 1.5 BILHÕES DE DÓLARES com pouco mais de ano de lançamento.

O Ano da Nintendo

 

Jogos do ano. Para fechar O Ano da Nintendo, não menos importante, as premiações de games do ano. O forte candidato até o momento é um game da Nintendo, The Legend of Zelda: Breath of the Wild. Correndo atrás dele temos o exclusivo da Sony, Horizon Zero Dawn.

Isso, claro, sem contar com o tão aguardado Mario Odyssey. Na humilde opinião desse que voz fala (escreve), a disputa fica entre os dois games da Nintendo.

Tudo indica que esse é O Ano da Nintendo na atual geração, mas não só o ano da BIG-N foi excelente, Microsoft e Sony também tiveram um ano brilhante e estão “jogando o fio da bola” na indústria dos games. Bom para os players e amantes da Décima Arte.

Para outras matérias de games e da Nintendo, acesse aqui.

assinatura