Neo Yokio (Netflix) – Resenha

neo-yokio-01

Ano de exibição: 08 de Janeiro de 2018 à 26 de Março 2018
Título Original: Neo Yokio
Criador: Ezra Keonig
Estúdio: Production IG e Studio Deen| Nº de Episódios: 06
Avaliação: ★★☆☆☆ (Regular)

No segundo semestre de 2017 a animação Neo Yokio, criada por Ezra Koenig e dirigida por Kazuhiro Furuhashi e Junji Nishimura, foi lançada pela Netflix. A série animada gira em torno do protagonista Kaz Kaan (Jaden Smith) e todo o seu meio social na cidade que da o nome à obra.

Neo Yokio foi uma cidade antes dominada por demônios no século 19, que por ação de alguns magos/exorcistas, é salva e intitulada como a “maior cidade do mundo”. A cidade também possui uma das melhores tecnologias, arquitetura e todas as outras características de uma grande metrópole. Os magos e seus descendentes agora possuem altos lugares na sociedade e sendo conhecidos como “magistocratas”. Kaz Kaan é um dos descendentes e por consequência tem tarefas no seu dia-a-dia como a caça de alguns demônios que ainda aparecem na cidade.

neo-yokio-02

No decorrer dos episódios fica notório que Kaz é rico e muito vaidoso. O jovem passa a narrativa inteira equilibrando seus afazeres de exorcista, dados a ele por sua tia Agatha (Susan Saradon) com a sua vida de magistocrata da high society de Neo Yokio, competindo até mesmo em um grande ranking de “solteirões” da cidade. Kaz possui também um mecha-mordomo, Charles (Jude Law), que o auxilia na locomoção e também com alguns conselhos durante a ficção.

Após o rompimento com sua namorada Cathy (Alexa Chung), Kaz assume um temperamento muito melancólico e autopiedoso. Junto com seus amigos Lexy (The Kid Mero) e Gottlieb (Desus), vivem uma vida de luxo e com preocupações sociais passageiras. Além disso, o jovem vive a competir com seu rival Arcangelo (Jason Schwartzman) para estarem no topo do ranking dos solteirões.

neo-yokio-03

Neo Yokio possui tudo para ser uma grande animação: grande produção, bons e dubladores conhecidos, bom cenário, ponto de partida da história legal. Porém, abusaram de diversas outros itens para formar a ficção. Durante a animação fica complexo de entender sobre o que realmente Neo Yokio fala. Se são sobre a cidade, sobre o próprio protagonista, sobre exorcismo ou críticas à high society, partindo em alguns momentos do próprio Kaz, mas também da personagem ex-blogueira de moda Helena St. Tessero (Tavi Gevinson).

neo-yokio-05

A construção dos personagens também é confusa, principalmente do protagonista. A dublagem da animação por vezes torna-se estranha e muito exagerada pela ação e feição dos personagens. Diversos diálogos dentro da série são vazios e sem algum sentido. A impressão que se passa é que os roteiristas quiseram juntar diversas características de sucesso das animações japoneses nas produções americanas, mas acabaram por não desenvolverem bem em uma narrativa.

Confira outras resenhas de séries e animes  e siga o Meta Galáxia nas redes!

assinatura kelvin

Análise Crítica
Data
Título Original
Neo Yokio
Nota do Autor
21star1stargraygraygray