Turismo Macabro (Dark Tourist) Netflix – Resenha

Turismo Macabro – Resenha da série documentário original Netflix

turismo-macabro-netflix-resenha-poster.jpg

Título Original: Dark Tourist
Ano: 2018
Criação: David Farrier | Nº de Episódios: 08
Avaliação: ★★★★★ (Excelente)

Turismo Macabro é, antes de tudo, uma das produções mais interessantes já vistas no vasto catálogo da Netflix. A série documentário, que chegou à plataforma em julho, traz uma abordagem um tanto quanto inusitada e, da mesma forma, deixa o espectador intrigado quanto ao que vai acontecer a cada momento.

Trata-se de uma produção concebida e estrelada pelo ator, produtor e jornalista neo-zelandês David Farrier, conhecido por documentários inusitados  e bizarros geralmente protagonizados por ele mesmo. Entre eles, destaca-se Tickled, um documentário que fala sobre competições de cócegas.

turismo-macabro-netflix-resenha-02.jpg

Em Turismo Macabro, David viaja mundo afora em busca do que é chamado “turismo obscuro” (dark tourism), a prática de visitar e participar de atrações turísticas consideradas incomuns, sombrias, de mal gosto e até mesmo secretas. Desafiando seus próprios limites, o jornalista encara desde um ritual voodoo em Benin a uma visita guiada pela rota de mortes da seita de Charles Manson.

Em cada episódio, David participa de três diferentes aventuras turísticas em determinado país ou região, visitando todos os continentes, exceto a Oceania. Nestas, depara-se com um verdadeiro choque cultural, que o leva a enfrentar seus preconceitos pessoais e agregar, de alguma forma, um novo valor à vida.

turismo-macabro-netflix-resenha-03.jpg

Os episódios são recheados de momentos tensos – não é pouco comum ele correr risco de prisão ou mesmo de morte, em alguns casos -, engraçados e até mesmo tocantes, uma vez que, em cada região, David é acompanhado por algum guia local ou mesmo uma pessoa que vivenciou determinada situação e acaba se envolvendo empaticamente. É o caso, por exemplo, de quando encontra a mulher que sobreviveu à Floresta dos Suicidas no Japão, do melhor amigo de Mason ou quanto ao ritual fúnebre na Indonésia, onde os mortos são desterrados.

turismo-macabro-netflix-resenha-04.jpeg

Turismo Macabro é uma excelente oportunidade de conhecer o mundo por outros olhos, um turismo que mostra não só o que existe fora da caixa do ponto estético e palpável, mas no fascínio que há em entender as pessoas, sua cultura e o que as tornam únicas. Sem dúvida, trata-se de uma jornada de empatia e autodescobrimento, feita sob uma narrativa muito bem estruturada que nos instiga a querer saber mais e mais sobre coisas que jamais imaginaríamos.

turismo-macabro-netflix-resenha-05.jpg

Fica a expectativa para uma segunda temporada – certamente deve haver muito turismo macabro ainda a ser explorado. Deixamos nossa forte recomendação; ressaltamos, no entanto, que o documentário possui algumas cenas fortes para estômagos mais fracos. Se já assistiu, comente aqui!

Confira outras resenhas de séries aqui. Siga o Meta Galáxia nas redes sociais!

ASSINATURA

Análise Crítica
Data
Título Original
Turismo Macabro
Nota do Autor
51star1star1star1star1star

Deixe um comentário