Devilman Crybaby (2018) Netflix – Resenha

devilman-crybaby-resenha-poster

Devilman Crybaby – Resenha do anime original Netflix

Título Original: Devilman: Crybaby
Ano: 2018
Dirigido por: Masaaki Yuasa | Nº de Episódios: 10
Avaliação: ★★★★★ (Excelente)

Devilman Crybaby foi um dos animes mais esperados da temporada e certamente não desapontou. Há, no entanto, que se considerar seu principal aspecto: ser incomum.

Trata-se de um remake do anime clássico dos anos 70, que influenciou gerações e recebeu diversas adaptações nas últimas décadas, incluindo outras plataformas como filmes e jogos. A versão da Netflix, entretanto, se destaca pela originalidade e, especialmente, pela ausência de pudor.

devilman-crybaby-resenha-01

Devilman Crybaby apresenta os amigos Akira Fudo e Ryo Asuka, amigos de infância que se reencontram quando o segundo aparece com a notícia sobre a descoberta de demônios vagando entre os humanos e um plano para que a sociedade descubra a existência dos mesmos.

Ryo envolve Akira em uma armadilha para que este seja possuído pelo poderoso demônio Amon e, desta forma, torne-se um Devilman – um demônio com coração humano, ainda dotado de sua consciência. Com uma nova aparência e habilidades sobrehumanas, Akira inicia sua jornada com Ryo na caça aos demônios.

devilman-crybaby-resenha-05

devilman-crybaby-resenha-04

A grande jogada de Devilman Crybaby é a analogia constante do comportamento humano em relação ao que consideramos como “demoníaco”, e isso fica mais evidente na segunda metade do anime. São constantes as inserções de questionamento existencial, o que é especialmente trabalhado com o protagonista, Akira – um demônio que chora (literalmente) -,  e a exposição de comportamentos humanos deploráveis.

A narrativa, bem como os elementos que compõem o anime como um todo, pode causar estranheza aos mais desavisados. Devilman Crybaby é sombrio, violento e insano o tempo todo, muitas vezes causando desconforto ao espectador. Cenas de sexo e mutilações são recorrentes e frenéticas, bem como a brutalidade das batalhas entre os demônios.

devilman-crybaby-resenha-02

Estes aspectos, no entanto, são fundamentais para a trama, assim como a animação rebuscada e a trilha sonora densa, mergulhando-nos no verdadeiro inferno que passa a ambientar o universo do anime. Parece pitoresco, mas Devilman Crybaby é, basicamente e, de forma contundente, uma grande simulação de apocalipse na Terra, ilustrada com horror e carga emocional suficientes que uma situação como esta implicaria na sociedade.

devilman-crybaby-resenha-03

Devilman Crybaby é uma pérola da Netflix e uma das melhores produções de temática apocalíptica dos últimos tempos. Mas não é para todos os estômagos.

Confira outras resenhas de anime e mangá aqui. Siga o Meta Galáxia nas redes sociais!

ASSINATURA